top of page
Search

Centro de acolhida oferece 100 novas vagaspara famílias em situação de rua

Um novo centro de acolhida na região de Taipas, zona norte de São Paulo, atenderá famílias que vivem em situação de vulnerabilidade.

Por: Nathália Moreira e Romulo Bonfim


O Centro de Acolhida Especial (CAE) para Famílias — Aldeia Esperança, foi inaugurado nesta terça-feira (29), com 100 vagas de acolhimento para famílias em situação de vulnerabilidade. Todo esse trabalho é realizado pela prefeitura da capital, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS).

Em entrevista à central de notícias das rádios comunitárias, Ricardo Nunes afirma que pode reutilizar imóveis do centro para acolher mais famílias.

“Se tiver outros imóveis, dá para fazer, mas já temos bastante imóveis no centro que a gente utiliza como centros de acolhida”

Será ofertado cursos de capacitação profissional de cabeleireiro, manicure, corte e costura, entre outros. O Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo (CEDESP), é o responsável pela implantação dos cursos. “Os moradores poderão se capacitar e se inserirem no mercado de trabalho. São as oportunidades que a cidade tem dado para que as pessoas tenham possibilidade de emprego e renda”, informa o prefeito.


Estrutura e acolhimento às famílias.

O centro de acolhida possui 5 mil m² de área útil. Com 18 suítes, sendo duas acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, refeitório, cozinha, lavanderia, brinquedoteca, sala de convívio, horta, salas de atendimento, quadra poliesportiva e academia ao ar livre também integram a estrutura.

Para a gerente Ana Paula de Moraes o objetivo de todo o trabalho, é criar autonomia e suporte à saúde, emprego e o retorno familiar.“As famílias que determinam o tempo que querem ficar de 2 meses a 2 anos não tem uma data exata”.



Comments


bottom of page